03.12

11h às 12h45

A magia e o veneno do caos.

Hedra Rockenbach + Manolis Vitsaxakis e Yuri Valério | Mediadora: Iara Souza

Técnica e tecnologia na construção da cena – Interações, intersecções e interferências

Neste encontro Hedra Rockenbach, Manolis Vitsaxakis e Yuri Valério discutem até onde diferenças culturais, disponibilidade de recursos e normas de segurança interferem no processo e podem tornar-se determinantes na concepção e circulação de um espetáculo que pretende rodar o mundo?

Administrar estas variáveis em todos os níveis se tornou uma habilidade fundamental tanto dos profissionais da área de criação quanto da execução técnica. Muitos são os percalços a serem contornados para viabilizar uma montagem: orçamento, espaço, tempo, planejamento… Nossos convidados contam  sobre estratégias de como lidar e chegar ao resultado desejado mesmo em contextos adversos e abordam o impacto destas condições no processo de concepção, montagem e circulação da obra.

Atividade gratuita
Youtube Brasil Cena Aberta
Inscreva-se no canal para ser notificado quando a transmissão começar

Área de discussão somente para inscritos na Área Profissional

Hedra Rockenbach

Diretora Técnica do Grupo Cena 11, VJ e performer, Brasil

Sound designer, musicista, iluminadora, coordenadora e diretora técnica de espetáculos. Atua profissionalmente desde de 1995 junto ao Grupo Cena 11 Cia. de Dança, participando desde então de todas as suas produções. Junto ao Cena 11 e outras parcerias com artistas brasileiros, desenvolveu um trabalho singular ao campo das artes cênicas no qual luz, som  e projeção são criadores de dramaturgias e extensão da ação dos performers. Desde 2017 também começou a atuar no cinema criando trilhas sonoras para longas e curtas metragens.

Manolis Vitsaxakis

Diretor Técnico da cia. de Dimitris Papaioannou, Grécia

Nasceu em Atenas, Grécia, em 1981. Cresceu em uma área próxima a uma montanha onde desde cedo se interessou por física e mecanismos. Estudou Engenharia Mecânica em Thessaloniki.
Após a conclusão de  seus estudos, frequentou aulas de dança e acrobacia. Na CIA em que praticava as aulas se  envolveu com iluminação teatral, cenografia e teatro em geral.
Estudou cinema, o campo mais próximo da iluminação que existia em Atenas. Realizou dois curtas metragens enquanto diretor de fotografia. A onze anos sua atividade principal é direção técnica para diversas companhias e artistas. A cinco anos é diretor técnico nas criações de Dimitris Papaioannou.

Yuri Valério

Técnico da Gerência de Patrimônio e Serviços, referência em Iluminação Cênica do Sesc SP, Brasil

Iluminador desde 2003, trabalhou com projetos para dança, circo, teatro e música. Como técnico trabalhou mais de 7 anos no Sesc Pinheiros obtendo vasta experiência em montagens de espetáculos nacionais e internacionais, trabalhou com companhias como a Comédie-Française – França; Berliner Ensemble – Alemanha; e vários trabalhos do diretor Robert “Bob” Wilson como “The Old Womam”. Atualmente trabalha principalmente em projetos de aquisição, atualização e modernização de salas de espetáculos do Sesc SP.

 

Iara Souza

É Professora da escola de Teatro e Dança da Universidade Federal do Pará, cargo professor de Ensino Básico Técnico e Tecnológico. Professora colaboradora do Programa de Pós-graduação em Artes da UFPA. Doutora em Estudos Culturais pelas Universidades de Aveiro/Minho em Portugal. Mestra em Artes pelo Instituto de Ciências das Artes/UFPA. Especialista em Iluminação e designer de interiores pela faculdade Castelo Branco/RJ. Graduada em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Pará (1997). Tem experiência na área de Artes, com ênfase em Iluminação, mas também em direção, cenografia. É coordenadora do Projeto de Pesquisa Tatear Mundos Imprevistos (2018), que pretende uma reflexão sobre a seguinte questão Como podemos desenvolver potências de encontro entre corpos de natureza diferente? Uma das saídas desejadas é experimentar a relação do corpo com as coisas do mundo, no tato. Fazem parte deste projeto de pesquisa os procedimentos da Gambiarra. Ainda dentro deste projeto de pesquisa desenvolve o projeto de extensão Laboratório Haptico empreende uma construção cênica inclusiva, que busca aproximar o teatro da realidade sensorial de pessoas cegas.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Hedra Rockenbach

Receba nossa novidades!

* indicates required
/ ( mm / dd )